EMPRESAS

O Banco MAIS é o Seu Parceiro de Negócios incontornável nas suas decisões de investimento. Tem soluções para a sua empresa crescer. Adira e beneficie de um atendimento personalizado que inclui a assessoria financeira para os seus projectos.

PARTICULARES

Com aposta na Qualidade do Serviço Prestado ao Cliente, o Banco MAIS é o Seu Parceiro de Negócios descomplicado, com respostas rápidas e eficientes que disponibiliza para si e sua família a gama completa de Produtos & Serviços para a gestão diária.

NEGÓCIO INTERNACIONAL

Banco MAIS é o Seu Parceiro de Negócios aqui e no estrangeiro, que lhe apoia através dos seus correspondentes a nível internacional com soluções direccionadas às Exportações e Importações.

Comunicados Banco Mais

Prespectiva-se um crescimento lento no segundo semestre de 2021

Última actualização: 2021-09-29

As medidas restritivas menos severas adoptadas no contexto da COVID-19 no II Trimestre de 2021 e o efeito base , ditaram a aceleração da actividade doméstica no período, num contexto de recuperação da procura externa. Entretanto, para o III trimestre, perspectiva-se um ténue crescimento, a reflectir as medidas restritivas para conter a terceira vaga da COVID-19, que vem sendo implementadas desde o início do trimestre, indica o Relatório da Conjuntura Económica e Prespectivas de Inflacção divulgado pelo Banco de Moçambique em Setembro corrente.

De acordo com a análise do BM, constrangimentos na cadeia de fornecimento de bens e serviços, a nível mundial, reflectiram-se na ligeira aceleração dos preços em Agosto, perspectivando-se, ainda assim, a manutenção de uma inflação de um dígito no curto e médio prazo.

Para 2021 e 2022 consolidam-se as perspectivas quanto à retoma do crescimento económico global. Em face da reabertura das economias associada aos avanços nos programas de vacinação contra a COVID-19, bem como da vigência de pacotes fiscais adicionais com vista a estimular a procura nas economias avançadas, consolidamse as perspectivas de crescimento para 2021 e 2022.

Saiba mais
INFORMAÇÃO IMPORTANTE - COVID 19

Última actualização: 2020-03-31

Com o Objectivo de contribuir para os esforços de contenção do COVID 19 actuando preventivamente, por forma a garantir a segurança e bem-estar dos nossos colaboradores, clientes e público em geral e cumprindo com as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde o Banco MAIS tomou as seguintes medidas:

01- Cada uma das nossas Unidades de Negócio terá um número limitado de colaboradores;

02- Só será permitido um limite máximo de três clientes, em simultâneo, no interior de cada uma das Unidades de Negócio;

03- A nossa equipe de segurança e vigilancia é responsavel por garantir que os clientes usem o desinfectante bem como a organização de filas de espera;

04- Temos disponível nas nossas Unidades de Negócio desinfectante para as mãos;

05- Aos colaboradores do Banco foi-lhes instruído a lavar e desinfectar as mãos com regularidade e limpar os seus locais de trabalho;

06- As nossas Unidades de Negócio, instalações, ATM´s são alvo de limpezas minuciosas e regulares.

Caro cliente:

É obrigatório o uso de desinfectante disponivel nas nossas Unidades de Negocios sempre que lá estiver.

Use os meios digitais (Telemóvel/Computador) para realizar operações bancárias ou falar com o seu gestor.

Realize as operações do dia-a-dia com toda a segurança e conforto através das nossas soluções de Internet Banking (Mobile Banking e e-banking).

Evite o manuseamento de dinheiro e prefira os pagamentos com cartão ou através de meios digitais.

Veja os Documentos na Língua Portuguesa, Inglesa e em Mandarim respectivamente, nos Links abaixo:

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

IMPORTANT INFORMATION

温馨提示

Saiba mais

Notícias económicas

Clima económico com sinais de recuperação no quarto trimestre

Última actualização: 2022-01-06

O indicador do clima económico (ICE) inverteu a tendência negativa que vinha registando desde o quarto trimestre de 2020, ao aumentar de forma ténue, tendo mesmo assim o respectivo saldo continuado abaixo da média da respectiva série temporal. 

De acordo com relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE), sobre a matéria, esta conjuntura ligeiramente favorável da economia deveu-se, ao nível agregado, às perspectivas favoráveis da procura de emprego a curto prazo, dando assim sinais de recuperação da conjuntura económica. 

“Se avaliarmos o indicador do clima económico por sector de actividade, constata-se que o aumento se deveu, fundamentalmente, à avaliação ligeiramente abonatória da conjuntura nos sectores dos serviços e da produção industrial que juntos suplantaram o sentimento negativo em relação à economia registado no sector de comércio”, descreve o INE em relatório. 

No quarto trimetre de 2021, a Autoridade Estatística constatou ainda que o indicador da perspectiva da procura registou um incremento ligeiro se comparado com o trimestre anterior, tendo o respectivo saldo atingido o nível mais alto dos últimos três trimestres da série temporal. “O incremento ligeiro da procura futura no trimestre em análise deveu-se à avaliação positiva do indicador nos sectores dos serviços e da produção industrial que suplantaram o sector de comércio que previu em baixa a procura face ao terceiro trimestre”, explica a fonte.

No último trimestre do ano passado, o INE constatou igualmente que o indicador da perspectiva de emprego mostrou sinais de recuperação, facto que acontece após uma ligeira queda no trimestre anterior, tendo mesmo assim o seu saldo continuado abaixo da média da respectiva série temporal. A Autoridade argumenta que a recuperação da perspectiva de emprego deveu-se à alta previsão do emprego futuro em todos os sectores, com maior destaque em termos de amplitude para o sector da produção industrial, que se expandiu no período em análise. 

“O indicador de perspectiva dos preços prolongou a trajectória ascendente pelo segundo trimestre consecutivo, a um ritmo ligeiro, tendo o respectivo saldo continuado abaixo da média da respectiva série temporal. O incremento dos preços futuros no trimestre em análise deveu-se à convicção dos empresários dos sectores do comércio e dos serviços de que os preços iriam aumentar, contrariamente aos empresários do sector da produção industrial que previram em baixa os preços futuros”, observou o INE.

Por fim, a Autoridade Estatística Nacional constatou que, no período em análise, em média, 42% das empresas inquiridas enfrentaram algum obstáculo, situação que representou um incremento de 3% de empresas com constrangimentos face ao trimestre anterior, com destaque para os sectores da produção industrial (48%) e de comércio (37%), facto contrário ao sector dos serviços (41%) que registou uma queda na proporção de empresas afectadas por algum obstáculo no seu desempenho no quarto trimestre.

Saiba mais
Taxa de juro de referência entra para 2022 muito elevada

Última actualização: 2022-01-06

A taxa única de referência para as operações de crédito de taxa de juro variável no sistema financeiro moçambicano (ou Prime Rate) entra para 2022 muito elevada (mantém-se há quatro meses), facto que não é bem visto por empresários e famílias com crédito na banca.

Desde Outubro passado, está fixada em 18,60%. Ora, quanto mais elevada é a Prime Rate, maiores são as taxas de juro na banca comercial para as famílias e empresas.

De acordo com um comunicado emitido pelo Banco de Moçambique e Associação Moçambicana de Bancos (AMB), a Prime Rate a vigorar no mês de Janeiro corrente é de 18,60%.

A Prime Rate aplica-se às operações de crédito contratualizadas (novas, renovações e renegociações) entre as instituições de crédito e sociedades financeiras e os seus clientes, acrescida de uma margem (spread) adicionada ou subtraída à taxa, mediante a análise de risco de cada categoria de crédito ou operação em concreto.

Os spreads das 14 instituições bancárias constantes no comunicado em referência indicam que, para empréstimos a particulares, a margem varia de 1% a 6% para o crédito à habitação e de 3% a 14,5% no crédito ao consumo.

Para as empresas, as margens variam de 0 a 5% para prazos de até um ano e de 1% a 6% em empréstimos de longo prazo. No leasing mobiliário, a margem varia de 2.5% a 7.7%, enquanto no leasing imobiliário, o spread varia de 1.5% a 7.7%

Saiba mais

Banco Mais

Sala de imprensa

Preçário

Segurança

Recrutamento

2022, Banco MAIS. Todos os direitos reservados.